Faça a luz!

Por Helô Righetto

Eu tenho uma fascinação por luminárias. O meu trabalho de conclusão de curso (estudei Desenho Industrial, dá uma lida nesse post aqui) foi uma linha de luminárias, e quando eu trabalhei na equipe de criação de Tok & Stok era responsável por esse grupo de produtos.

Ou seja, em um curto espaço de tempo eu aprendi tudo sobre lâmpadas (é um mundo paralelo, vocês não tem noção de quantos tipos de lâmpadas existem nesse mundo), soquetes, fios, lúmens e temperatura de cor.

Fora que depois que você aprende toda a parte técnica, tem que levar em consideração também o material usado para fazer a luminária – o que pode interferir bastante em como a luz é distribuída no ambiente. Mas o que me interessa mesmo no mundo da iluminação é como um objeto simples e pequeno pode mudar totalmente a atmosfera de um ambiente.

Existem arquitetos e designers especializados em projetos de iluminação, tanto para residências como para ambientes comerciais. Mas não é preciso ser expert ou gastar muito em um projeto ambicioso para ver sua casa transformada apenas investindo em algumas luminárias de mesa ou de piso. Até porque um projeto de iluminação que preveja pontos fixos (como spots embutidos em teto de gesso rebaixado ou arandelas de parede que precisam de fiação interna) reduz muito a mobilidade da decoração da casa.

IMG_20170220_144253

Claro que não dá para eliminar os pontos de iluminação fixa (ainda mais se a sua casa não tem muita iluminação natural). Eu por exemplo tenho uma luminária pendente sobre a mesa de jantar (que tem destaque na decoração porque é uma herança de família), assim como nos quartos. Mas os demais pontos fixos da sala e cozinha, que já existiam quando me mudei para meu apartamento, nunca são usados. Eu utilizo as luminárias espalhadas pelo ambiente (uma na minha escrivaninha, uma na cozinha e duas ao lado do sofá) como suporte.

Essas luminárias criam uma atmosfera muito mais aconchegante. A luz é difusa, de cor quente (amarelada) e ilumina o suficiente para que a gente transite pelos ambientes e até mesmo faça tarefas como usar o computador, cozinhar ou ler um livro. Conforme vai escurecendo, vou deixando a casa um pouco mais escura, assim o corpo começa a relaxar.

Além da iluminação em si, a função primordial de uma luminária, eu adoro que a qualquer hora posso mudá-las de lugar, sem ter que me preocupar com fios embutidos. Por exemplo, se eu resolver mudar todo o layout da minha casa, não terei problema em achar novos pontos para essas luminárias de suporte. A iluminação não define a posição dos móveis, o que me deixa livre para fazer experimentos e brincar com o que já tenho se quero fazer alguma mudança na casa sem precisar gastar dinheiro.

Anúncios

2 comentários em “Faça a luz!

  1. Adivinha quem vai ao Ikea esta semana procurar luminária nova? Adorei o post, e tive uma ideia pra iluminar um canto da sala que há tempos precisa ganhar um toque de decoração diferente e ainda me poupar das luzes mais fortes da iluminação principal!

    Curtir

Deixe o seu tempero ;)

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s