De menina ou menino? Confissões de uma mãe cansada de brinquedos divididos em gênero

Por Moema dos Reis

Foto: Pixabay
Foto: Pixabay

A maternidade tem me trazido diversas reflexões sobre preconceito, exemplos e igualdade, afinal sou responsável pelo futuro de um ser humano. No meu caso um menino, que um dia será um homem, irá se relacionar com colegas, amigos, mulheres (ou não, vai saber?) e pretendo proporcionar independência e uma visão ampla do mundo.

Uma das questões que tem me chamado atenção é a diferença entre a sessão de brinquedos de meninos e meninas, ou melhor, as mensagens subliminares e diretas que podemos observar nas diferenças.

Sempre que vou a uma loja comprar um presente de aniversário os vendedores perguntam: é pra menino ou menina? Sempre respondi a tal pergunta sem questionar e fui lá na sessão indicada por eles, mas de uns tempos pra cá, tenho parado para pensar sobre essa questão.

Por que não posso presentear um menino com um fogãozinho ou um conjunto de chá?

E tentei fazer isso. Queria dar um kit de panelinhas e comidinhas para o meu filho. Demorei a encontrar basicamente porque quase todos os artigos de cozinha, comidinhas, limpeza, carrinhos de boneca e supermercado são feitos nas cores rosa ou lilás, atribuídas às meninas. Mas espera aí… Por que não poderia comprar utensílios cor de rosa ou lilases para ele? Afinal, se não tenho preconceito com isso, qual é o problema dele brincar com as panelinhas feitas para meninas? Porque me sentiria desconfortável incentivando uma indústria que nos massacra com essas ideias de que atividades domésticas são “coisas de mulher”.

Se queremos um mundo diferente, com mais igualdade, o ideal é começar desde sempre, não é?

Então, nossos filhos não devem brincar de casinha? Devem se contentar com bonecos fortões, super-heróis, bolas e espadas? E as meninas? Devem cuidar das bonecas e afazeres domésticos? O que estamos querendo dizer com essas diferenças de brinquedos para meninos ou meninas? Mantendo a velha máxima de que lugar de mulher é em casa, cuidando da prole enquanto os homens vão desbravar o mundo, se destacar nos esportes e ficar longe das atividades domésticas?

Eu já começo a notar alguma mudança, mas muito sutil. Me parece que cada vez menos a gente se liga a essas antigas leis de brinquedo de menino ou de menina. Vejo lindas fotos no Instagram e Facebook mostrando meninos carregando bonecas no sling, levando para passear em carrinhos de bebê, fazendo comidinhas (de mentira e de verdade). Quando têm irmãos então, vira aquela mistura de brinquedos onde todas as possibilidades são exploradas.

Brinquedo é de criança, não tem gênero. Eles brincam com o que lhes parecer interessante. É ou não é?

Fora as brincadeiras em grupo, patinete, bicicleta. Mas a minha questão permanece: a cor rosa sempre vai ser da menina? Ficaremos sempre com as fantasias de princesa? E se elas gostarem do Homem Aranha, do Batman, do Incrível Hulk? Sei lá…

E daí se as meninas têm uma tendência a gostar das histórias mais fofas, a cuidar de bonecas e os meninos costumas ser mais brutos, gostam de brincar de luta, de bola e não vejo nenhum problema nisso (até que ponto isso não é cultural também não sei?).

Só queria que houvesse mais possibilidades, menos regras. Vamos deixar eles experimentarem o que estiverem a fim. Não seria bacana? Mais liberdade para a brincadeira!

Seria bacana se as indústrias de brinquedos se ligassem mais nessas mudanças e proporcionassem mais possibilidades, sem se prenderem às cores, por exemplo. Os brinquedos de madeira já são uma opção interessante. Costumam vir em cores vibrantes e variadas, sem preconceito.

Esses são os meus dois centavos de hoje. Ah! Fiquem tranquilas, podem me convidar para festas infantis que não vou desrespeitar as regras 😉

Anúncios

Deixe o seu tempero ;)

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s