Dicas para Viagens Longe e Perto


Por Carla Caldas

Olá! Sou a Carla Caldas e hoje estou me apresentando oficialmente como Colaboradora do Coletivo Tropical.

Foto: Carla Caldas
Foto: Carla Caldas

Engenheira e marqueteira de formação, com carreira de executiva em grandes multinacionais. Carioca de carteirinha mudei para São Paulo em 2003, casei com um paulista e por aqui fiquei. A paixão por viagens me levou a escrever o blog Longe e Perto.
Aqui no Coletivo terei o prazer de compartilhar com vocês as minhas vivências de viagens e também dicas do dia a dia de quem mantém o espirito curioso dos viajantes em sua própria cidade.

Acredito que viajar é um estado de espírito, é estar aberto para ao novo, para coisas simples e belas que simplesmente nos transportam para um lugar especial.
Para começar vou dividir algumas dicas que fui aprendendo com o tempo e também com meus sufocos já vividos mundo afora.

Se você vai para Longe, anota aí:

• Seu passaporte, sua vida.

Somente quem já perdeu um passaporte no exterior sabe o transtorno que é.
Por isso minha dica prioritária: cuide do seu com muito carinho.

Eu sou adapta de bolsa na cintura. O look às vezes não fica tão charmoso por conta da barriguinha, mas tudo bem, o que vale é ter segurança. Algumas pessoas preferem o cofre do hotel. Opção pessoal, o importante é estar sempre em lugar seguro.
Mantenha uma cópia na mala ou nos arquivos do celular e outra com alguém no Brasil. Você nunca sabe quando poderá precisar.

Se nada funcionar e perder o documento do mesmo jeito, vá ao Consulado do Brasil. Foi assim que resolvi meu problema.

• Verifique com antecedência todos os documentos necessários para seu embarque:

Quais documentos (passaporte, vistos, vacinas…) são obrigatórios para entrada no destino?

Qual a validade do seu passaporte? Você sabia que alguns países exigem período superior a seis meses?

Outros, como a Argentina, aceitam apenas a carteira de identidade. Porém, muitas vezes algumas pessoas utilizam carteiras de associações ou de motoristas como identidade e nesse caso elas não serão aceitas.

Por isso, evite surpresas: separe tudo para não esquecer nada no dia. Quem ai já viveu o sufoco de chegar ao aeroporto sem passaporte?

• Outros documentos (Reservas de hotel, tickets de passeios, moedas estrangeiras,vouchers de reserva de carro).

O mesmo raciocínio é válido. Confira antes, deixe tudo organizado onde for mais conveniente (impresso em pastas ou em arquivos digitais). O importante é estar acessível no momento necessário.

Como sugestão, também deixe sempre uma cópia com alguém quando for viajar. Nunca se sabe quando algo vai acontecer e vão precisar encontrar você.

• Cartão de crédito

Antes de viajar, entre em contato com a central e inclua o Aviso de Viagem, informando o destino e o período . Esse procedimento evitará bloqueio devido a sua mudança de padrão de consumo. Acreditem constrangimento puro ter que devolver para as gôndolas suas comprinhas que levaram um tempão para serem escolhidas e explicar para o vendedor porque seu cartão não foi aceito.

Verifique os benefícios oferecidos (Ex: Sala Vips em aeroportos, concierges para reservas, descontos, seguros (vida e auto)). Geralmente o seguro só é valido para o titular do cartão com o qual a passagem foi comprada. Portanto vale pagar cada passagem no cartão do respectivo viajante e aproveitar o benefício do seguro.

• Acumule milhas – Acredite é possível!

Tenha um programa de milhas prioritário.
Use seu cartão de crédito para impulsionar a pontuação. Concentre seus gastos do dia a dia (gasolina, supermercado.), uma forma de ter controle e visibilidade e de aumentar o acúmulo de milhas.

Se não viaja com frequência, o cartão de crédito e outros programas de fidelidade poderão ajudar você a viajar sem o custo das passagens aéreas.

• Viaje leve

Use malas pequenas e de quatro rodinhas!

Lembre-se que em muitos lugares você precisará carregar sua mala e não vai gostar de ficar arrastando peso nos aeroportos e estações de trem mundo afora.
Acredite, você nunca usará todas as roupas que levou. Aposte nas cores neutras e nos acessórios. Viaje confortável.

Personalize sua mala, isso ajudará na identificação. Vale pendurar: fita colorida, etiqueta com seu nome, capa protetora ou qualquer outro elemento que faça você não confundir sua mala com as irmãs de mesma cor.

E lembre-se de pesar antes de ir para o aeroporto, assim evitará surpresas com excesso de peso.

Em alguns países não é permitido compensar o peso de uma mala com a outra. Ou seja, se seu limite são duas de 20 KG, não adianta levar uma com 30 kg e outra com 10 Kg. Já vi muita gente tendo que abrir mala no momento do check-in.

Uma boa alternativa é comprar uma balança de mão, daquelas pequenas fáceis de ser encontradas em lojas de variedades.

• Seguro de Viagem

Seguro morreu de velho! É sempre bom ter.

Não vai viajar para Longe? Que tal manter o espírito viajante na sua própria cidade?
• Mantenha o hábito de pesquisar as novidades
Pesquisar as atrações turísticas disponíveis e eventuais eventos acontecendo durante o período de sua visita deve ser uma prática de todo viajante. Blogs, sites e redes sociais são ótimas fontes de inspiração. Já pensou perder o show do seu artista preferido que estivesse fazendo uma apresentação gratuita em algum parque próximo apenas porque você não estava informado? Grandes feiras e exposições também movimentam as cidades. Não deixe de acompanhar e colocar esses programas na sua agenda, mesmo sendo morador do local.

• Conheça os principais pontos turísticos

Sim, tire um dia para visitar os pontos turísticos. Você poderá ser surpreendido.

• Tenha uma meta de lugares novos a serem visitados

Siga as palavras de Dalai Lama: “Uma vez por ano vá a algum lugar onde nunca esteve antes.”.

Que tal incluir em suas metas pessoais conhecer lugares novos na sua cidade ou no seu bairro? Restaurantes, parques, museus, lojas.

• Tenha parceiros de aventuras

Você pode ter uma meta em comum com um amigo, filho. Acredite pode ser divertido. Certa vez montei com meu marido um sistema de pontuação para quem sugerisse lugares novos para visitação.

• Não tenha vergonha

Tire fotos, pergunte as curiosidades, pesquise a história. Turistar na própria cidade é divertido e bem mais barato.

BOA VIAGEM e até a próxima!!

Anúncios

Deixe o seu tempero ;)

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s