Cervejas e queijos: uma harmonização improvável e que funciona

Por Mirella Camargo

No mundo das harmonizações a dobradinha mais difundida é sem dúvida o queijo + vinho tinto. Mas você sabia que também é possível harmonizar perfeitamente uma bela cerveja especial com o seu queijo favorito?

image

Estamos no Brasil, com clima tropical, calor que pede sempre uma cerveja estupidamente gelada, então vamos tirar proveito disso e colocar um queijinho na jogada.

Confesso que sempre tive dificuldade em fazer este tipo de harmonização e muitas vezes errei (mas comi e bebi tudo até ver o fim). Acabava escolhendo um queijo que matava completamente a cerveja e vice-versa. Como minha especialidade é apenas comer e beber, fui pedir ajuda ao pessoal da Eisenbahn que são especialistas no assunto e nos deram quatro opções de harmonização que eu testei em casa e ficaram perfeitas.

Foram escolhidos para esta harmonização quatro queijos maturados: Gouda, Reino, Gorgonzola e Parmesão. Estes tipos de queijos, após o processo de produção, que inclui a pasteurização do leite, coagulação, corte e salga, permanecem em repouso para a maturação (período que pode demorar de poucas semanas a alguns meses), em ambientes com temperatura e umidade controladas. São queijos com sabores marcantes.

Confira abaixo as sugestões de harmonização, monte sua tábua de queijos, abasteça a geladeira e chame os amigos. 

Queijo Gouda + Eisenbahn Weizenbier

A cerveja estilo Weizenbier é uma bebida com um perfil bem aromático que remete ao sabor de banana e cravo. Por ser refrescante e bem gaseificada, combina perfeitamente com o Gouda, pois suaviza o sabor picante e ressalta o leve toque adocicado do queijo. 

Queijo Reino ou Gorgonzola + Eisenbahn Strong Golden Ale

Por se tratarem de queijos fortes, de sabores marcantes e predominantes, o Reino e o Gorgonzola pedem uma cerveja com a mesma força. Por isso a indicação é a Strong Golden Ale da Eisenbahn, que é bem encorpada, levemente adocicada e bem alcoólica. Para queijos que são tão imponentes, uma cerveja com alta graduação alcoólica ajuda a limpar o paladar, proporcionando uma harmonização perfeita. 

Parmesão + Pale Ale

Levemente picante, o queijo Parmesão pede uma cerveja com um nível de amargor equilibrado, que faça o contraste com o sabor e limpe o paladar. Neste quesito a cerveja tipo Pale Ale é perfeita, pois tem um amargor médio a baixo, levemente tostado, que complementa o sabor do queijo Parmesão.

Veja abaixo mais algumas opções sugeridas no livro Larousse da Cerveja:

Brie/Camembert: Bock, American Ale, Porter, Stout e India Pale Ale.

Gruyère: Bock, Amber Hybrid Beer, English Pale Ale, Strong Ale e Belgian Strong Ale.

Minas Padrão: Pilsner, Bock, Porter, Stout e Strong Ale.

Frescal: Light Lager, Pilsner, European Amber Lager e English Pale Ale.

MORADO, Ronaldo. Larousse da Cerveja. Editora Larousse, 2009.

Agradecimentos: Brasil Kirin e Tirolez

Anúncios

Deixe o seu tempero ;)

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s